Eternidade hoje

Devocionais
Tipografia

Ouve, SENHOR, a minha súplica, e cheguem a ti os meus clamores. (Salmos 102.1)

Este Salmo pertence a um grupo de Salmos escritos no mesmo estilo literário, ao qual chamamos Salmo Penitencial. Trata-se de um lamento pessoal do salmista referente à uma circunstância específica. No Salmo 102, temos o lamento de uma pessoa cujo destino estava preso à calamidade que assolava o povo de Deus. É um salmo que aponta para a necessidade de arrependimento e para a esperança de restauração do povo de Deus diante das dificuldades advindas do afastamento da vontade do Pai.

Diz o verso doze que “Tu, porém, Senhor, permaneces para sempre, e a memória do teu nome, de geração em geração.” Deus não é um evento, um compromisso de agenda, ele é Eterno, e nos convida para vivermos com ele sua eternidade. Não podemos nos prender às circunstâncias que vivemos, mas olhar para o futuro de eternidade que nos está reservado por ele. As dificuldades que vivemos não podem ser jamais o obstáculo para vivermos hoje as promessas eternas de Deus.

Confesse a Deus o seu pecado, arrependa-se genuinamente dos erros que cometeu e tome posse das promessas de vida eterna que Deus nos dá. A eternidade é para ser vivida hoje, expressando seus valores em palavras e atitudes. Apresentemos a Deus nossos pedidos, certos de que ele nos convida a viver hoje de acordo com seus ensinos.

Oração: Senhor, te louvo pela vida eterna concedida em Cristo Jesus. Em nome de Jesus, amém.

Reverendo Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Araraquara, SP
Secretário de Música e Liturgia da IPIB