Quem subsistirá?

Devocionais
Tipografia

Das profundezas clamo a ti, SENHOR. (Salmo 130.1)

Este Salmo pertence a um grupo de Salmos escritos no mesmo estilo literário, ao qual chamamos Salmo Penitencial. Trata-se de um lamento pessoal do salmista referente à uma circunstância específica. No Salmo 130 temos o salmista pedindo a Deus que o livre de sua aflição, causada não por um inimigo, mas sim pelo próprio pecado do salmista. Por esta causa, ele se volta para Deus e pede, mansamente, pelo perdão. Em seus dois últimos versículos, o salmista exorta à nação que deposite sua esperança em Deus.

O versículo três nos traz uma pergunta “Se observares, Senhor, iniquidades, quem Senhor, subsistirá?” Você reconhece que em sua vida há muito a ser mudado pela ação do Espírito Santo? Você consegue olhar para sua vida e ver nela a necessidade constante de transformação, para que a obra de Deus seja feita em sua vida? Se Deus se atentasse apenas para as nossas iniquidades, ou seja, nossos erros, ninguém sobreviveria. No entanto, nosso Deus é misericordioso e com ele está o perdão, para que o temamos.

Hoje, ao apresentar diante de Deus seus pedidos de oração, tenha seu coração grato a Deus, pois ele nos perdoa e nos mantém próximos a ele, para que possamos orar e clamar por mudança em nossas vidas.

Oração: Senhor, te louvo pela tua misericórdia sem fim. Em nome de Jesus, amém.

Reverendo Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Araraquara, SP
Secretário de Música e Liturgia da IPIB