Epifania e Batismo

Devocionais
Tipografia

Então, foi ouvida uma voz dos céus: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo. Marcos 1.11

O mês de janeiro chega e muitos já estão em ritmo de férias. O calendário cristão nos convida a olhar para o novo ano na perspectiva da missão que o Mestre nos confiou. Assim, saímos da manjedoura e das luzes e nos aproximamos dos viajantes do Oriente e dos pastores, para depois, já sermos direcionados ao Batismo de Jesus. A Epifania se apresenta diante de nós como o convite a reconhecer que Jesus é o Senhor. É a manifestação da divindade. Ele é o Salvador prometido. Ele é Deus conosco. Poucos dias após a celebração da manifestação de Deus ao mundo, celebramos o Batismo do Senhor. O Batismo de Jesus marca o início de seu ministério e revela a nós a Trindade presente em toda a vida do Filho de Deus.

A Epifania é um marco que nos remete ao senhorio universal de Jesus. Precisamos voltar a afirmar enfaticamente este senhorio. Ele não é só o Senhor da vida dos cristãos, mas de toda a criação. O Batismo de Jesus é um marco que nos remete ao início do ministério de Jesus, que não começou antes do Batismo, ou seja, não começou antes do Espírito Santo estar com ele; o que nos faz lembrar que toda e qualquer ação cristã sem a presença do Espírito Santo é mera ação teatral. Que neste mês de janeiro você possa reconhecer o senhorio de Jesus sobre todas as áreas da sua vida e que você comece, desde já, a proclamar a nova vida em Jesus.

Oração: Senhor, que eu possa reconhecer o senhorio de Jesus em minha vida e proclamar que ele é Senhor e Salvador. Em nome de Jesus, amém.

Reverendo Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Araraquara, SP
Secretário de Música e Liturgia da IPIB