Quando os justos governam, o povo se alegra, mas quando o ímpio domina, o povo geme.
Quem é cumplice de ladrão odeia a si mesmo, e não denunciará nada, mesmo sob juramento.
Pv 29.2,24 (Almeida Séc. 21)

Estamos iniciando um novo ano, e, com ele, as esperanças se renovam para que seja bem melhor que o ano ora findo. Com certeza, 2016 para muitos não deixará saudades. Os acontecimentos políticos, as dificuldades econômicas agravadas, o aumento do desemprego, desastres de toda sorte, eleições e decepções políticas, a desconfiança acentuada nas instituições, as mortes de famosos e inocentes, atentados terroristas, enfim a lista é grande, fazem de 2016 um ano com memórias negativas. Talvez pudéssemos enumerar poucos acontecimentos que nos trarão saudades. Contudo não podemos deixar de perguntar: a simples mudança do ano fará que as coisas mudem por si mesmas? Que temos pela frente no próximo ano além da esperança que visualizamos no nosso horizonte? Em 2017 estaremos celebrando os 500 anos da Reforma Protestante. Quais os significados dessa data? Antes de tentar responder essa questão, vamos rememorar alguns fatos.

Mais Artigos...

Página 1 de 4